Flauta transversa

A flauta transversa, também chamada de flauta transversal, é um instrumento de sopro do grupo das madeiras que, conforme o próprio nome indica, é tocada em uma posição transversal. 

Inicialmente era construída de madeira e possuía muitos orifícios e apenas uma chave. Ao longo dos anos, com o intuito de aumentar a quantidade de notas do instrumento e melhorar sua entoação, foram adicionadas mais chaves.

 

Flauta transversa barroca – construída por António José Haupt (1796)

 

Hoje a flauta transversa é totalmente construída em metal e constituída de muitas chaves, como se pode ver na ilustração no alto desta página  É um instrumento integrante da orquestra e também é muito comum nos grupos de choro. 

Um pouco de história...

Jean-Baptiste Debret, pintor francês que chegou ao Rio de Janeiro em 1816 junto com a Missão Artística Francesa, retratou em uma gravura um passatempo dos cariocas após o jantar.  Nela, um homem toca flauta transversa em pé, enquanto outro, sentado, toca um instrumento de cordas dedilhadas semelhante a um alaúde pequeno.

Les dèlassemens d’une aprés diner – Debret (séc. XIX)

Assista ao vídeo para saber mais sobre a flauta transversa.